O Manto de Laguna

Publicado em SimplesmentePoeta.com.br
 
O MANTO DE LAGUNA

Nessa passagem, não uso mais o arco, a flecha, a sarabatana, uso apenas, o lápis, o papel e caneta, e esse dom-missão, de despertar CONSCIÊNCIA, pois, pois, pois, agora, nasci Simplesmente Poeta o Poeta do SER!

Nasci, agora, na heróica, histórica, legendária e galharda LAGUNA, e há (35) trinta e cinco anos atrás, escolhi a Ilha da Magia – Floripa, para morar e libertar os meus versos.

Obviamente, sempre em sintonia fina, com os meus conterrâneos e a nossa TERRA MÃE, onde aprendi tudo que hoje eu sei.

Com o olhar fitando o todo e todo o nosso MAGESTOSO MAR, ah praia do Mar Grosso, praia do Gi Farol de Santa Marta e assim vai...,!

Nessa viagem me perguntei: até, até quando, vamos ainda demorar a acordarmos e perceber com lucidez holística, que estamos há quase meio século (50) anos, sem um representante legítimo e a altura do nosso povo e da nossa TERRA MÃE, e do nosso lúcido, competente, heróico passado histórico?

Gente, isso dói e dói muito, pesa muito na CONSCIÊNCIA, de quem não está e nunca vai ficar anestesiado e sonha com os pés no chão, com forte determinação, competência e habilidade, para recolocar junto com todos vocês novamente a nossa MÃE, no mínimo a ocupar um CADEIRA no PARLAMENTO CATARINENSE, a exemplo do que fizeram os nossos respeitabilíssimos antepassados.


- PRECISAMOS CONVERSAR E ARTICULAR JÁ! –
 
<<voltar